Dicas para Viajar com Crianças

Dicas essenciais para viajar com crianças

Viajando com crianças? Evite os atos de raiva e prepare-se com nossas dicas essenciais. Pode ser feito!

Não importa se é sua primeira viagem com seu primeiro filho, ou a quinta com o quinto, viajar com crianças será sempre assustador. De fazer as malas a como chegar lá, as preocupações são inúmeras.

No entanto, existem algumas dicas que podem ajudá-lo a se preparar e não te deixar louco. Listamos algumas dicas para viajar com crianças. Algumas são para bebês, algumas são para crianças mais velhas, e algumas são para você.

– Apenas faça-o!

Embora a ideia de viajar com crianças pode ser esmagadora, a coisa mais importante a lembrar é: ela vai acabar. Você vai chegar lá. Você sobreviverá.

– Vá devagar

Você pode estar acostumado a apressar-se para sair do avião e atravessar o aeroporto, fazendo uso de todos os atalhos secretos, mas esses dias acabaram. Sente-se, deixe que todo rush ao seu redor passe e siga o fluxo. Você não está mais no comando – divirta-se.

– Não sobrecarregue

Lembre-se que quase tudo pode ser comprado no exterior. Pode não ser a mesma marca, mas você pode encontrar o que precisar. Fraldas são muitas vezes uma preocupação e os pais que usam marcas ecofiendly podem não encontra-las. Se você está acostumado a usar uma eco-marca, faça um teste com uma marca não-eco antes de viajar para ver se seu pequeno tem algum tipo de reação.

– Hotel ou aluguel de férias?

Os hotéis têm vantagens (serviço de quarto, refeições, serviços de baby-sitting, etc.), mas alugar uma casa de férias significa que você pode torná-la sua casa – e preparar suas próprias refeições, o que pode ser útil se o seu filho tem uma dieta especial. É uma escolha pessoal, mas vale a pena pensar.

– Faça sua reserva sabiamente

Se você vai se hospedar em um hotel faça sua reserva com antecedência e sabiamente. Você pode ter ficado lá antes e amado, mas certifique-se de pensar sobre todas as vantagens e desvantagens. Seu hotel estava em uma colina íngreme? Havia muitos degraus? O que poderia ter sido um paraíso para um casal pode facilmente ser um pesadelo quando você está empurrando um carrinho de bebê e um bebê.

– Marque-os e acompanhe-os!

Ele não está perdido – são seus pais que estão perdidos. Se você está preocupado com a possibilidade do seu filho se perder, você pode marca-los, escrevendo seu nome e número de telefone em seu braço. Dessa forma, se forem encontradas, você pode ser contatado facilmente. Você também pode investir em um dispositivo de rastreamento GPS. Coloque-o no pulso do seu filho ou mochila, e siga-o através do aplicativo.

– Piscina x mar

Mesmo se você planeja ficar na praia, você pode querer considerar a certeza de que há uma piscina também. Muitas crianças adoram estar no mar, mas outras não gostam. A piscina é perfeita para entreter os mais pequenos.

– Carrinho de bebê x carregar o bebê x sling

Este é um dilema comum quando se viaja com crianças e não há resposta fácil. Tudo depende de onde você está indo. As ruas são pavimentadas ou do tipo off road ? O clima é úmido ou quente? O que seu filho costuma usar?

Uma boa opção é um carrinho leve. Eles são fáceis de levar e podem achar até a porta do avião. Eles podem ser usados como uma cama temporária para a criança tirar um cochilo. Eles são leves e respiráveis, e também podem ser isolados com cobertores e uma capa de chuva. E eles são excelentes para quase todos os terrenos.

– Levar a cadeirinha de carro ou não?

Algumas pessoas não saem de casa sem eles, outros acham loucura levar um objeto tão grande para uma viagem. As cadeirinhas exigem um extra no voo, e são bastante volumosos, mas você poderá usá-lo para qualquer tipo de passeio de carro.

– Faça a mala de mão sabiamente

Certifique-se de colocar na sua mala de mão tudo que seu bebê ou filho necessita. Fraldas, wipes, chupeta extra, lanche, um doce de mastigas para ajudar com a mudança de pressão durante a decolagem e aterrisagem, uma troca de roupa, sacos de plástico (para colocar fraldas ou roupas sujas), fones de ouvido,brinquedos, um travesseiro, pilhas ou baterias extras, tablet / leitor de DVD.

– Planeje seus voos

Tente planejar seus voos em torno da hora de dormir. Os voos à noite podem ser mais caros, mas se a facilidade é o que você está procurando, uma criança dormindo é uma bênção para todos. Se você tem que fazer um voo de conexão, não se esqueça de deixar uma boa quantidade de tempo – a última coisa que você precisa é ter que ficar correndo dentro do aeroporto.

– Pesquise o seu destino

Se você está amamentando, vale a pena pesquisar sobre se pode ou não amamentar em publico  onde quer que seja seu destino de viagem.

– Pesquisa, pesquisa, pesquisa!

Isto é importante tanto para pré-viagem e durante a viagem. Seu bebê precisa de um visto? É necessária a vacina contra malária? Você pode levar medicamentos na mala?

– Onde sentar?

Onde você pode se sentar em um avião com uma criança pequena às vezes é ditado pelo design da aeronave. Verifique com a companhia aérea e pense sobre qual assento é melhor para você.

Sentar-se no final do avião significa que você vai perturbar menos pessoas. Também significa que você pode se levantar e fazer uso da cozinha, e têm os banheiros perto. Entretanto, às vezes estes assentos não reclinam completamente, e a parte traseira da aeronave pode ser ruidosa.

O meio do avião dá-lhe a opção de usar os assentos laterais. Não só significa mais espaço para as pernas como espaço para a criança – também significa a possibilidade de um berço para o bebê (se a aeronave tiver um). No entanto – também significa que não há espaço de armazenamento sob o assento na sua frente.

Sentado na frente é semelhante à parte de trás, exceto que a área da cozinha é tipicamente menor, e mais movimentada. Outra coisa a considerar que realmente depende da idade da criança é: janela ou corredor? É melhor estar escondido ou com espaço para se mover facilmente?

– O que pode dar errado?

Antes de você viajar, escreva uma lista de tudo o que poderia dar errado, de perder a conexão a perder o voo de volta, anote como você irá lidar com possíveis situações. Estar preparado vai deixá-lo mentalmente preparado.

– Explique a viagem

“Já chegamos?”. Se está é a primeira vez que seu filho viaja explique-o sobre o que vai acontecer durante a viagem. Explique sobre colocar o cinto de segurança no avião e porque ele deve usá-lo. A maioria das crianças acham que voar é divertido, então a melhor coisa que você pode fazer é incentivá-lo.

– Planeje – mas não exagere

Você quer manter seus filhos entretidos, mas você não quer que toda a viagem seja regimentada. Em vez de dezenas de reservas de excursões, escolha algumas excursões quando chegar ao destino. Existem inúmeros sites na internet com opções de atrações turísticas ao redor do mundo.

– Mantenha a calma

Se seu filho escolhe o pior momento possível para se transformar em uma fera gritando, respire fundo e tente manter a calma.

– Aproveite e divirta-se

Faça tudo com tempo, faça as malas sabiamente e Deixe lotes do tempo, bloco bem, e faça da viagem uma parte da jornada. Basta lembrar que você vai ficar bem, e que você deve se divertir.

dicas-para-viajar-com-criancas-1 dicas-para-viajar-com-criancas-2 dicas-para-viajar-com-criancas-3 dicas-para-viajar-com-criancas-4




Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *