Dicas Melhores Cidades da Holanda para Morar, Viver e Turismo

Holanda é um país diverso com várias oportunidades de trabalho

Com uma população densa de 16,6 milhões, a Holanda é amplamente conhecida como a Porta de entrada para a Europa, devido ao seu acesso por via navegável à Bélgica, França e Alemanha. É rica em cultura, o custo de vida é mais barato do que em outros países europeus e o clima é ameno.

Além de ser um sucesso com turistas de todo o mundo, a Holanda é um destino popular para quem busca uma nova cidade para viver, morar, devido a sua população acolhedora, além de permitir que pessoas com visto de permanência votar nas eleições locais.

A lista das dicas das melhores cidades da Holanda para morar, viver e turismo geralmente dependerá de sua situação pessoal e quais fatores são mais importantes para sua decisão, por exemplo, emprego, escolaridade, questões de aposentadoria ou instalações de lazer. Se você gosta de cultura e características típicas holandesas, tais como tulipas, moinhos de vento e canais, Roterdã não é sua melhor opção; No entanto, se você quiser uma cidade tranquila, Maastricht pode ser o lugar ideal para você comprar uma casa e começar uma vida nova.

Dicas Melhores Cidades da Holanda para Morar, Viver e Turismo , por uma série de razões, incluem:

Amsterdã

De acordo com uma comparação dos 50 maiores municípios da Holanda (o Atlas dos Municípios), Amsterdã é a melhor cidade holandesa para viver, incluindo para quem quer mudar para o País. É a capital. Mais de 13% da população em Amsterdã são compostas de pessoas de diferentes nacionalidades, graças a oportunidades de emprego em grandes empresas, como KLM e Phillips. A qualidade de vida é elevada, com boas oportunidades de educação e emprego, baixa criminalidade, uma atitude liberal, turismo, um cenário artístico excepcional e muita cultura. Amsterdã é conhecida por suas paisagens pitorescas e popularidade com os visitantes, mas também é popular entre os funcionários internacionais e oferece empregos e carreiras em mão de obra qualificada.

Maastricht

Maastricht é a segunda melhor cidade para se morar, viver e turismo, depois de Amsterdã, devido à sua atmosfera confortável. A cidade oferece uma série de festividades culturais e é uma cidade tranquila para morar, especialmente para as pessoas mais velhas que gostam de lazer e festividades, mas preferem uma cidade mais calma do que Amsterdã.

Utrecht

Utrecht é popular entre pessoas d diferentes nacionalidades por causa de suas opções religiosas e culturais. Possui um centro da cidade antigo e uma vez foi o centro do cristianismo na Holanda. Oferece festas tradicionais e uma sensação genuinamente holandesa.

The Hague

A maior das cidades dos Países Baixos, muitas pessoas de diferentes nacionalidades conseguem emprego em Haia, em uma das 131 organizações internacionais ali estabelecidas. Abriga o governo e a família real e alguns chamam-no o pulso da Europa. Tem uma sensação histórica e multicultural. É uma cidade pequena o suficiente para que os moradores se sintam confortáveis. Haia oferece uma série de oportunidades de emprego, especialmente no governo, política social e direito (que tem sido chamado de capital legal do mundo).

Roterdã

Roterdã não atrai tantos turistas como outras partes da Holanda, mas atraia pessoas do mundo todo que se mudaram para a Holanda ao longo dos anos. A cidade foi destruída durante a 2 ª Guerra Mundial e durante a sua reconstrução, foi significativamente modernizada, destacando-a de outras cidades do país. Os canais foram preenchidos, tirando muito de sua típica identidade holandesa e a arquitetura é moderna e peculiar. Roterdã é um lugar muito mais barato para viver do que Amsterdã e com um dos maiores portos do mundo, tem uma grande oferta de trabalho no setor de transporte e logística.

Globalmente, a Holanda é um país diverso e liberal, oferecendo as pessoas que buscam um lugar para morar, viver e turismo uma série de cidades vibrantes e históricas. Uma fonte significativa de emprego nos Países Baixos pertence ao setor dos serviços e a maioria das ofertas de trabalho estão disponíveis em serviços às empresas, os serviços de saúde e assistência social, o comércio e os transportes e o setor das comunicações.





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *