Dicas Melhores Cidades da Espanha : Turismo, Viver e Morar

Guia com as melhores cidades para se viver na Espanha

Se você está pensando em viver na Espanha, como em qualquer outro lugar, é melhor você alugar uma casa primeiro. Com um visto de turista, você pode ficar na Espanha por 90 dias o suficiente para poder experimentar o que é morar em uma das melhores cidades da Espanha antes de assumir um compromisso.

Imóveis de locação de três meses geralmente são listados como temporários ou de férias, e você vai encontrar muitos deles ao longo da costa e nas principais cidades turísticas do interior, incluindo a capital, Madrid e Granada, na Andaluzia.

Madrid a capital espanhola atrai tanto jovens como idosos, urbanos e suburbanos – a cidade é tão variada quanto se poderia esperar de qualquer capital europeia. Esta é a sede da política e do centro da cultura. Se você tiver crianças pequenas, você pode optar por viver em uma das comunidades nos arredores de Madrid onde tem menos ruído, casas em vez de apartamentos, muitas escolas. Vale lembrar que porque Madrid é a cidade mais popular do país, é também a mais cara.

Barcelona é inequivocamente a cidade mais internacional da Espanha, e é o lar de uma comunidade florescente de expatriados. A cidade oferece várias escolas internacionais e muitos parques. No entanto, Barcelona é caro – Madrid é o único lugar na Espanha que é mais caro.

Ao norte de Barcelona você encontra a Catalonia. A maioria das pessoas que moram nesta região são aposentados. À primeira vista, a Costa Brava parece estar cheia de resorts, mas um olhar mais atento sobre a área revela algumas cidades rústicas cheias de história, onde o catalão é o idioma. Sitges, uma cidade ao sul de Barcelona, ​​é um local popular entre os amantes da praia que desejam se afastar da cidade grande.

Valência é o lugar para estar se você quiser o conforto de uma cidade grande sem o ritmo frenético de uma metrópole enorme. É a terceira maior cidade do país e, embora não seja exatamente bonita, oferece praia. Casas e apartamentos custam menos.

As Ilhas Baleares são conhecidas por sua vida noturna, mas você pode encontrar uma casa ou apartamento afastado da massa de turistas.

A Andalusia é uma região verde com laços profundos à cultura do Moorish e de Roma. Além disso, é o berço do flamenco. Sevilha e Granada – as duas maiores cidades da região – são inteiramente diferentes uma da outra. Sevilha é elegante e mais conservadora. Já Granada é mais casual a atrai pessoas mais jovens. No entanto, em Sevilha, Granada e na Costa del Sol, você pode encontrar uma variedade de entretenimento. No entanto a opção de escolas internacionais é menor.

Se você quiser mergulhar profundamente na área rural da Espanha, a Galiza é o lugar. O canto noroeste da Espanha que se projeta sobre Portugal é repleto de florestas, rios e montanhas. A maioria dos estrangeiros que vivem na Galiza não procuram a vida urbana – eles preferem a vida no campo. Esta é uma das regiões mais pobres da Espanha e é mais difícil encontrar um emprego. Apesar do tempo chuvoso, este é indiscutivelmente o ponto mais lindo da Espanha.

As pequenas regiões de Astúrias e Cantabria são para os que buscam uma vida tranquila perto da praia e da montanha. Oviedo e Santander – duas cidades pequenas – são as favoritas entre os que procuram a vida nesta área. Em ambos os lugares você encontrará escolas, teatros, e algumas atrações turísticas culturais.

País Basco é a região mais famosa entre as atrações do norte da Espanha, e a maioria das pessoas vivem na cidade costeira de San Sebastián. No entanto, o custo de vida é significativamente maior do que no resto das cidades do norte.





Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *